Visitas técnicas: estádios da Europa e China

Christiane e Alfredo em frente ao Beijing Olympic Park, na China. Visita técnica será utizada no projeto do Estádio SESI

Os arquitetos Alfredo Lindner Jr. e Christiane de Sousa Alves Mundim Lindner, da A+C arquitetura, realizaram viagem técnica para a Inglaterra, Alemanha e China, de 10 a 25 de novembro de 2007, visando levantar informações relevantes a respeito de estádios e praças de esportes ultramodernos.

A experiência obtida pelos arquitetos nesses empreendimentos será utilizada como massa crítica para a composição do trabalho relacionado ao Convite 032/2007, Projeto do Estádio SESI - Centro Esportivo Bernardo Werner, em Blumenau.

O objeto desse trabalho é a elaboração de projeto urbanístico de implantação geral – plano diretor da unidade, projetos de humanização/paisagismo e projetos de arquitetura, destinados ao planejamento dos espaços físicos do Centro Esportivo do SESI, situado na Rua Itajaí, 3434 – bairro Vorstadt, Blumenau-SC.

Acompanhe o relatório multimídia dessa viagem:

Veja a galeria de imagens da visita técnica a China

Beijing Olympic Park

The National Stadium (Bird´s Nest) e The Water Cube, em Beijing

O Estádio Nacional tem 258.000 m² de área e 91.000 assentos para espectadores. Será sede da abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos de 2008 de Beijing, na China.

Projeto dos arquitetos Herzog & de Meuron (Basel – Suíça), vencedores do Pritzker de Arquitetura, de 2007, e autores do projeto do Allianz Stadium de Munique, também visitado pelos arquitetos da A+C (ver neste relatório).

Esse estádio será a principal praça de esportes dos jogos e sediará as competições de atletismo e finais de futebol dos Jogos Olímpicos de 2008.

Combina um estilo artístico arrojado – transformado em ícone arquitetônico e já considerado hoje uma das três maravilhas da arquitetura contemporânea – com a função prática estrutural da construção se assemelhando a um ninho de passarinho.

Os seus elementos estruturais se sustentam mutuamente e convergem para uma malha mista, que simboliza o desejo futuro da humanidade. Cria-se, desta forma, um absoluto choque visual.

Inúmeras dificuldades técnicas surgiram na execução da obra. A estrutura metálica externa é única no mundo. Pesa 42.000 toneladas e a sua maior viga tem 333 m de comprimento. A sua cobertura é inflável, de ETFE e PTFE, tornando-a à prova d’água e difusora da luz solar natural.

O design do “Ninho de Passarinho” não apenas satisfaz às funções de um grande estádio, mas propicia a expressão clara dos três conceitos dos Jogos Olímpicos de Beijing 2008, a saber: “Olimpíada Hi-Tech”, “Olimpíada Verde”, “Olimpíada do Povo”.

Veja também alguns destaques do ’The Water Cube’, National Aquatics Centre:

Veja a galeria de imagens da visita técnica a China

Tianjin Olympic Center Stadium

Será um dos palcos para jogos de futebol dos Jogos Olímpicos de 2008. A construção teve início em agosto de 2003, com conclusão em 2006. Recentemente foi utilizada como palco para o Campeonato Mundial Feminino de Futebol, organizado pela FIFA.

Possui 78.000 m² de área e capacidade para 60.000 espectadores confortavelmente sentados. Foi projetado pela empresa AXS SAWTO Inc., do Japão. Também reflete os três conceitos olímpicos: "Green Olympics", "High-Tech Olympics" e "People’s Olympics”.

Possui seis pisos e 53 m de altura. Com dimensão de 270 x 380 m, nele estão inseridas todas as facilidades atuais dos modernos estádios, tais como área comercial, centro de convenções e feiras, ginástica, além de toda a estrutura para atletismo.

O piso térreo inclui uma área de 22.670 m² de estacionamento, 3.460 m² de sala de convenções, 6.400 m² de área de restaurante, 5.930 m² de área de assistência médica e 4.010 m² de áreas para atletas e árbitros.

Veja a galeria de imagens da visita técnica a Inglaterra

Emirates Stadium (Arsenal), Londres.

Vídeos:
 Emirates Stadium (área interna)
 Emirates Stadium (Entrada)
 Emirates Stadium (tomada 3)
 Emirates Stadium (tomada 4)

O Arsenal FC é um clube baseado no Norte de Londres e “envia” seus jogos ao Emirates Stadium, que foi recém-construído para substituir o Arsenal Stadium, mais conhecido pelo nome do bairro Highbury, onde está situado.

O Emirates Stadium tem capacidade para 60 mil lugares e é considerado um dos estádios mais modernos do mundo. Suas principais características:

  • O custo total do projeto foi de 390 milhões de libras.
  • 2.500 postos de trabalho foram criados na região, como conseqüência do novo estádio.
  • Mais de 2.000 novas moradias serão construídas em Islington, como parte do projeto.
  • No pico das obras havia 1.000 pessoas trabalhando nesse estádio.
  • A altura do novo estádio é de 41,9 m até a parte superior da cobertura
  • Dois dos pontos-chave constantes do projeto do estádio foram o desenvolvimento de Highbury e a criação de uma atmosfera excitante provocada pelo seu design.
  • Há 150 boxes executivos no novo estádio, comparado a 48 boxes em Highbury.
  • Os novos boxes executivos terão capacidade para servir mais de 2.000 refeições em dia de jogo.
  • Há aproximadamente 250 serviços de catering em volta do estádio.
  •  Mais de 900 W.C.s atendem o novo estádio, com 370 m de mictórios e 113 para deficientes.
  • Mais de 2.500 documentos legais foram assinados para a legalização total do projeto.
  • Há 41 posições de câmeras de TV, assim como 215 cadeiras para a imprensa.
  • O estádio tem uma área de 1.000 m² de megastores.
  • As obras são de responsabilidade de Sir Robert McAlpine, também executor do Hampden Park Stadium, in Glasgow, e do Centenary Stand em West Ham United, The Millennium Dome e do Bullring Birmingham.
  • O design do estádio é de HOK Sport, arquitetos do Stadium Austrália, in Sydney, The English National Stadium Wembley, Royal Ascot Racecourse e Wimbledon Centre Court.
  • Há capacidade para 250 cadeirantes.
  • Área do gramado de 113 x 76 m.
  • Mais de 60.000 m3 de concreto foram utilizados na estrutura.
  • 10.000 toneladas de aço estrutural.
  • Há 33.000 m² de esplanadas.



Veja a galeria de imagens da visita técnica a Inglaterra

Wembley Stadium 

Vídeos:
 Wembley Stadium (tomada 1)
 Wembley Stadium (tomada 2)

O estádio Wembley foi projetado pelos arquitetos HOK Sport e Foster and Partners.

Foi o estádio mais caro construído até hoje. Custou cerca de 800 milhões de libras (US$1.57 bilhão) e tem a maior capacidade de cadeiras cobertas da Europa – 90.000.

Pode ser adaptado a um estádio de atletismo pela instalação de uma plataforma temporária no nível inferior dos assentos. O arco metálico que sustenta a cobertura tem 7 m de diâmetro, 144 m de altura e 315 m de comprimento. Suporta todo o peso da cobertura norte e 60% do peso da cobertura retrátil do lado sul.

Um “sistema de plataformas” foi projetado para a conversão do estádio ao uso do atletismo, o que reduz a capacidade total de 90.000 para 60.000 espectadores. Até o momento nenhum evento de atletismo foi realizado e nem está agendado.

Pedra fundamental: 2003
Abertura: 2007
Proprietário: The Football Association Operador: Wembley National Stadium Limited
Custo de construção: GBP£778 milhões (2007) Arquitetos: Foster and Partners and HOK Sport
Capacidade:
90.000 (futebol, rúgbi)
75.000 sentados e 15.000 em pé (concertos)
68.400 a 72.000 (atletismo)



Veja a galeria de imagens da visita técnica a Alemanha

Olympiastadion Berlim

Vídeos:
 Olympiastadion Berlim (tomada 1)
 Olympiastadion Berlim (tomada 2)
 Olympiastadion Berlim (tomada 3)

Construção: 1934–1936
Abertura: 1º de agosto 1936
Arquiteto: Werner March Reconstrução: de 3 de julho 2000 a 31 de dezenbro 2004
Reabertura: 31 de julho (show) e 1º de agosto 2004 (jogo)
Capacidade: 76.005 cadeiras (antes da reforma), 74.228 cadeiras (a partir de 2004)
Blocos: 164
Espaços mídia: 290
Áreas vip: 76 logen mit 1.123 plätzen
Lugares business: 4.226
Lugares deficientes: 174
Dimensões: 304,26 x 230,73 m
Área da cobertura: 42.000 m²
Iluminação: 1.500 Lux

 

Veja a galeria de imagens da visita técnica a Alemanha

Allianz Arena Munique

Vídeos:
 Allianz Arena (tomada 1)
 Allianz Arena (tomada 2)
 Allianz Arena (tomada 3)

Estádio inaugurado no final de abril de 2005, localizado na parte norte de Munique, no distrito de Fröttmaning. É o estádio oficial dos times TSV 1860 Munique e Bayern, da mesma cidade (substituindo o Olympiastadion). Foi sede do jogo de abertura da Copa do Mundo de 2006.

O projeto é do escritório suíço Herzog e De Meuron, - os mesmos autores do estádio Olímpico de Beijing, visitado também pelos arquitetos da A+C. Recentemente, Herzog e De Meuron foram premiados com o Pritzker de Arquitetura, de 2007. Foi apresentado internacionalmente como expoente de uma possível nova vanguarda arquitetônica em edifícios esportivos, devido a uma série de inovações introduzidas pela obra. Custo do projeto 340 milhões de euros.

Possui capacidade para até 66 mil espectadores sentados, sendo dividido em sete pavimentos e três níveis de arquibancadas. A arquibancada, planejada com base nos estádios ingleses, alcança o máximo de inclinação que a arquitetura e a engenharia contemporânea conhecem: 34 graus.

É constituído por estrutura mista de aço e concreto armado. A vedação externa apresenta 1056 painéis à prova de fogo, no formato de diamantes, que são divididos em 29 anéis de 700 m de comprimento. Esticados e empilhados verticalmente, eles alcançariam uma altitude de 20.300 m.

O estádio fica aberto durante o ano todo, pois em todos os seus sete níveis encontram-se centros comerciais. Além disso, o complexo comporta ainda um parque ecológico.
Período de obra: de 21 de outubro de 2002 a 30 de abril de 2005.

Proprietário: desde 27 de abril de 2006 o FC Bayern é 100% dono do empreendimento.

Capacidade:
• total: 69.901 lugares cobertos (incluindo box e cadeiras business)
• 66.000 cadeiras (com lugares em pé: 69.901)
• Anel inferior: 20.000 cadeiras
• Anel central: 24.000 cadeiras
• Anel superior: 22.000 cadeiras
• Nas curvas norte e sul do anel inferior: 13.500 lugares em pé, nos jogos da Liga Alemã
• 2.200 cadeiras business e cerca de 400 lugares para a imprensa
• 106 boxes de diversos tamanhos, com 1.374 lugares
• 165 lugares para deficientes, no nível da esplanada

Estacionamento:
• 9.800 vagas nos 4 níveis sob a esplanada
• Altura de acesso: 2,00 m
• 1.200 vagas em dois níveis no estádio
• 350 vagas para ônibus (240 no norte e 110 no acesso sul da esplanada)
• 130 vagas para deficientes


Espaço interno:
6.000 m² de área gastronômica:
• 28 quiosques (16 no nível 2 e 12 no nível 6)
• 2 restaurantes para torcida, Curva Sul e Curva Norte, com 1.000 lugares
Restaurante Arena à La Carte, com 400 lugares

Clube da Imprensa com 350 lugares

• Zona Mista com 520 m²
• Escritórios e salas de reunião
• 54 bilheterias eletrônicas
• Megastores FC Bayern e TSV 1860, assim como lojas da Audi, T-Com, Medion
• 4 vestiários (Bayern, 1860, 2xconvidados), 4 vestiários de treinos e dois para juizes
• 550 cabines de W.C. no estádio
• 190 monitores em toda a arena

Espaço Interno:
• Campo de jogo: 68 x 105 m; gramado: 72 x 111 m
• Distância da torcida ao campo: 7,50 m mínimo e 70 m máximo, a 45 m de altura
• Altura do fechamento: ca. 1,20 m

Inclinação dos três níveis de espectadores:
• Anel inferior: ca. 24°
• Anel central: ca. 30°
• Anel superior: ca. 34°
• Dois LED videopainéis com cerca de 100 m² cada, no formato 16:9- a 42,50 m de altura
• 232 luminárias a 45 m de altura

• Dimensões da Arena e Esplanada
Dimensão do estádio – espaço bruto interno: 258 x 227 m x 50 m (Bruttorauminhalt)
• 7 pisos
• Circunferência: 840 m
• Fachada e cobertura: 66.500 m² com 2.760 balões infláveis
• Área da cobertura: 38.000 m²
• Fachada: 28.500 m²
• Área iluminada em três cores:: 25.500 m²
• Área ocupada: 37.600 m²
• Área útil total: 171.000 m²

Dimensão da Esplanada: 543 m x 136 m x 0-12 m
• 4 pisos
• Circunferência: 1.358 m
• Área construída: 73.900 m²

A distância entre a estação de metrô (U) e o estádio deve ser de, no mínimo, dois quilômetros.

Os estacionamentos P1, P2 e P3 são em até 4 pisos abaixo da Esplanada. 

                    

A+C Arquitetura Ltda.
55 47 3322 9006
Copyright  2007 - Todos os direitos reservados
Coordenação WEB: MFN

Visualize em resolução 1024 x 768